Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Assim é que está bem!!
Faria de Oliveira ganha MAIS na CGD que Christine Lagarde no FMI !
O contrario é que seria de admirar !!!!
e
PORQUÊ ?, no mínimo para ajudar a explicar como se contribuiu para a grave crise económica e financeira e social que Portugal está a viver.
E em media os trabalhadores portugueses ganham menos de 50% em relação aos dos restantes 27 países da EU.

Para que conste! E para que os futuros Faria de Oliveira e outros possam ser respeitados esperando com o mesmo contribuir para a moralização da politica em PORTUGAL!!!
Para que conste, retirado do site da CGD, referente a 2009 (não divulgaram os valores de 2010 nem de 2011, porque foi proibida a divulgação dos ganhos destes SENHORES...):
Presidente - remuneração base: 371.000,00?;
Prémio de gestão: 155.184,00?;
Gastos de utilização de telefone: 1.652,47?;
Renda de viatura: 26.555,23?;
Combustível: 2.803,02?;
Subsídio de refeições: 2.714,10?;
Subsídio de deslocação: 104,00?;
Despesas de representação: não quantificado (cartão de crédito onde "apenas" são consideradas despesas decorrentes da
actividade devidamente documentadas com facturas e comprovativos de movimento)
560.012.8 (se as minhas contas estão certas) e falta o não especificado.
Christine Lagarde receberá do FMI mais 10% do que Dominique Strauss-Kahn, mas mesmo assim menos que o presidente da Caixa Geral de Depósitos, entre outros gestores portugueses, pelo que a senhora ainda está mal paga pelo padrão de Portugal.
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1897993
A nova directora do FMI, Christine Lagarde, vai ter um rendimento anual líquido de 323 mil euros, a que se somam 58 mil euros para gastar em despesas, o que representa mais 10% do que o seu antecessor, Dominique Strauss-Kahn. O total de 381 mil euros anuais que Lagarde vai receber (salário mais despesas) é um aumento de 11% relativamente ao que recebia Dominique Strauss-Kahn, o ex-director da instituição acusado de abusar sexualmente de uma camareira de hotel em Nova Iorque. Quando foi nomeado, em 2007, Dominique Strauss-Kahn acordou em receber um salário anual de 291 mil euros, com despesas de representação de 52 mil euros - um total de 343 mil euros. Menos quase 38 mil euros anuais do que vai agora receber a francesa.
Palavras para quê !!!! Isto só se resolverá quando a TROIKA, obrigada a justificar como é que o dinheiro dos contribuintes dos países da EU se gasta na ajuda a PORTUGAL, for obrigada a tomar posição.


publicado por Po(d/b)re da Sociedade às 10:44 | link do post | comentar | partilhar | favorito

Este Blog é um espaço de apresentação/identificação dos podres/pobres da sociedade onde vivemos, onde a dignidade já há muito se perdeu e o estado civil se sobrepõe ao estado social. Não é um espaço reacionário mas sim... de indignação!!!
mais sobre mim
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


VISITAS
counter
INDIGNE-SE E COMENTE
Quem quiser contribuir com algum artigo para este Blog, mostrando assim o seu direito à indignação, é favor enviar para o mail podbredasociedade@sapo.pt. Comentem e deem a vossa opinião sobre os artigos apresentados.
tags

todas as tags

posts recentes

O euro versão 2013

Carta aberta ao PR

Lei da Mobilidade da Funç...

Presidente do CTT recebia...

Está para breve...

Só em Portugal...

Oferta de emprego

Emigrantes portugueses - ...

Mudar de vida

Empréstimo Imobiliário

arquivos

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

blogs SAPO
subscrever feeds